Histórico

         Em uma década de enorme expansão dos conhecimentos científicos e de suas aplicações, é indispensável o fortalecimento do debate público nos mais diversos níveis, acerca do papel ocupado pela ciência, tecnologia e inovação em nossa sociedade. As instituições de ensino devem preparar e formar profissionais capazes de tomar decisões sob o enfoque da sustentabilidade. Tudo que envolve o dia-a-dia das pessoas representa resultado de inovação, até mesmo a degradação ambiental que nos incomoda. Por isso, a relação entre inovação tecnológica e desenvolvimento sustentável é uma das questões que precisam ser analisadas, estudadas e discutidas, pois ainda geram opiniões conflitantes.

        A inovação, que por sua vez traz transtornos ambientais, também resulta na tecnologia limpa para a solução das externalidades negativas, assim como as vantagens que a humanidade hoje desfruta em qualidade de vida e longevidade. O desafio que se apresenta é estabelecer uma discussão com a possibilidade de conciliar a relação ao meio ambiente e ao bem estar das pessoas para alcançar os objetivos do desenvolvimento sustentável nas suas dimensões comentadas na introdução. Assim, este evento proporcionará uma discussão e troca de saberes técnico-científico iniciado no 1º Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí.

        Quando houve o planejamento da edição inaugural do Fórum por parte da Universidade de Cruz Alta, se estabeleceu que o evento fosse anual, e a cada edição teria um tema relacionado às dimensões da sustentabilidade. A primeira edição, realizada em junho de 2011, abordou o futuro regional no novo contexto socioambiental para resíduos sólidos urbanos, tendo em vista que os municípios devem se adequar à Lei Ordinária nº 12.305/10, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

       O 2º Fórum ocorreu no ano seguinte e teve como foco os recursos hídricos: a água como parte do que nós somos, como vivemos e onde vivemos. A temática alertou a probabilidade de escassez do recurso devido ao seu mau uso.

          Em 2013, a economia solidária como alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social foi o eixo central do Fórum de Sustentabilidade. Nesta edição, foi dado início ao encontro regional de catadores e à feira de economia solidária, abrindo espaço para a aproximação entre a comunidade acadêmica e grupos de profissionais autônomos.

      Já, em 2014, as discussões permearam a gestão ambiental e a responsabilidade social para o desenvolvimento regional, destacando a importância da sustentabilidade econômica, social e ambiental no cenário atual, assim como o consumo racional dos recursos naturais.

            Todas as edições tiveram abrangência regional, em 2015. a proposta do 5º Fórum de Sustentabilidade ocorreu em âmbito nacional. O tema foi inovação tecnológica e sustentabilidade: desafios e perspectivas. A escolha se deu baseada em especialistas em pesquisadores que apontaram o meio ambiente como catalizador de todas as questões sociais, ao mesmo tempo em que enfatizaram a dificuldade de promover novas tecnologias no Brasil. Assim, o 5º Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí foi um ponto de convergência de debates, estudos e encontros referentes a este assunto.

           Em 2017 o VI Fórum de Sustentabilidade, provocou reflexões sobre Cidades Sustentáveis.  A programação do evento contou com uma palestra magna sobre sustentabilidade e os desafios da sociedade, ministrada pelo escritor Leonardo Boff, o IV Encontro com Catadores, oficinas, mostra científica, atividade com prefeitos de municípios do Alto Jacuí, feira de economia solidária e o lançamento de um livro sobre a edição anterior do Fórum, realizada em 2015. “A sustentabilidade é composta por três eixos: ambiental, social e econômico. Abrindo o leque, podemos falar que tudo que está a nossa volta faz parte do desenvolvimento sustentável e deve ser olhado de uma maneira mais próxima para que consigamos atingir esse desenvolvimento como um todo”, explica a professora Isadora W. Cadore Virgolin, coordenadora do evento.

        Neste ano o Fórum de Sustentabilidade chega à sua sétima edição entre os dias 04 e 07 de junho com a proposta de refletir sobre a inovação tecnológica na perspectiva dos Resíduos Industriais – tema escolhido neste ano. Pretende- se com o evento provocar reflexões sobre os efeitos positivos e negativos das tecnologias atuais e suas relações histórica e socialmente construídas, que levem a uma ressignificação e reconstrução conceitual e atudinal acerca dos impactos ambientais. A programação prevê uma palestra magna sobre sustentabilidade no sentido amplo, que será ministrada pelo vocalista do grupo musical gaúcho “Nenhum de Nós”, ocorrerá a Mostra de Trabalhos Científicos, oficinas, o encontro regional de catadores e a tradicional elaboração da carta de intenções do evento em que a dinâmica de elaboração contará com a participação do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural e do Programa de Pós Graduação Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social entre outras atividades.