Metodologias ativas e Libras são assuntos discutidos em minicursos para professores de Cruz Alta

21/09/2017

A programação do Fórum de Sustentabilidade contempla os diferentes públicos que participam do evento. Assim, na tarde desta quinta-feira (21) foi dado seguimento as atividades oferecidas aos professores da rede municipal de educação. Eles participaram de mais dois minicursos na Casa de Cultura Justino Martins.

 

 

 

O primeiro minicurso foi apresentado pelos docentes Adriana Schmidt, Cleia Baiotto, Patrícia Bersch e Ricardo Lauxen. A Engenhoteca – Laboratório de ideias é um projeto de assessoria pedagógica da Unicruz. Foram levadas aos professores dicas de estratégias de ensino interdisciplinar envolvendo física, química, biologia e matemática.

 

 

 

 

 

 

 

Segundo o professor Ricardo Lauxen, “o projeto Engenhoteca é trabalhado a partir de problemas identificados pelos professores com soluções interdisciplinares que envolvam uma proposta ativa no trabalho, colocando o aluno no centro do processo, sendo ele responsável pela condução da construção desse conhecimento. Também são desenvolvidas propostas de games e softwares virtuais que facilitam esse processo.” No minicurso, eles procuraram demonstrar diferentes técnicas para tornar o ensino mais atrativo para os alunos, permitindo visualizar os conteúdos e também gerando um maior envolvimento no aprendizado.

 

O segundo minicurso foi apresentado pela professora Márcia Lamaison, denominado “LIBRAS: Eu também quero!”. Desenvolvido pelo NAIU – Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Unicruz, o projeto pretende ser um meio difusor da língua e da cultura do povo surdo, priorizando a acessibilidade e a inclusão. O objetivo é promover o acesso e o conhecimento, em linhas gerais, da base teórica e prática da cultura surda e das Libras.

 

 

 

A intenção é despertar o interesse pelo tema e intensificar o trabalho direcionado à inclusão. Segundo a professora Márcia, “explanar as questões relacionadas a Libras dentro do Fórum é uma oportunidade de instigar o assunto junto aos educadores, fomentando a necessidade de nos adaptarmos para os adventos que vem por ai, e a acessibilidade é uma das principais questões quando se fala em inclusão”.

 

As professoras Eliane e Luciane, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Castelo Branco de Cruz Alta, destacaram a importância de atividades desse tipo. Elas gostaram da forma como os assuntos foram abordados. “Deveria haver mais atividades como essas, mas para pequenos grupos de pessoas para envolver ainda mais o público e desenvolver a prática”, comentaram.

 

 

 

A programação do VI Fórum de Sustentabilidade Corede Alto Jacuí segue até esta sexta-feira, dia 22, no campus da Unicruz, momento em que haverá apresentação dos trabalhos da Mostra Científica.

 

Please reload

Postagens em Destaque

Namastê! Palestra sobre conscientização e leitura da Carta de Intenções encerram Fórum

June 10, 2019

1/10
Please reload

Postagens Recentes
Please reload