Catadores da região terão encontro durante o Fórum de Sustentabilidade

29/05/2019

A sustentabilidade passa pela forma que administramos e organizamos todo o lixo e os resíduos que produzimos. Um grande grupo de pessoas dedica a vida a recolher o que é possível reaproveitar, nascendo, assim, uma atividade produtiva, a de catador de material reciclável, ou os “catadores” como são popularmente conhecidos. Essa importante parte do todo que é a luta pela sustentabilidade está sempre organizada e presente nos debates do Fórum de Sustentabilidade, e esse ano não será diferente. O Encontro Regional de Catadores discutirá os caminhos e desafios da reciclagem no dia 5 de junho, na sede do Sindicato dos Municipários de Cruz Alta (SIMCA), no bairro Acelino Flores. A atividade é parte da programação do VII Fórum de Sustentabilidade do Corede Alto Jacuí.

 

Na foto, o destaque para a finalização do encontro na edição anterior do Fórum.

 

Segundo a Assistente Social Tanara da Rocha, da INATEC Social da Unicruz, o encontro terá a participação de catadores de municípios como Ibirubá, Salto do Jacuí, Giruá, Ijuí e Santo Ângelo, além das quatro associações de Cruz Alta, organizadas através do projeto Profissão Catador. “O objetivo do encontro é fortalecer os laços e a integração dos grupos de catadores, discutindo os desafios da sustentabilidade no campo da reciclagem e do trabalho dos catadores”, explica.

 

A Assistente Social destaca que na parte da manhã haverá um painel com o tema “um olhar sobre a atualidade”, que será apresentado pelo assessor de projetos Douglas Figueiras, da Associação do Voluntariado e da Solidariedade (Avesol), de Porto Alegre. Ainda na parte da manhã haverá a discussão da Carta de Princípios e o lançamento da ampliação da Coleta Seletiva em Cruz Alta, que passará de 13 bairros atualmente, para 44 bairros, atendendo cerca de 70% dos bairros de Cruz Alta.

 

Na parte da tarde serão realizadas oficinas com a participação da Avesol de Porto Alegre. “A cada dois meses, vários catadores dos projetos atendidos pelo Profissão Catador participam de atividades de formação e organização na perspectiva da Economia Popular Solidária, organizadas pela Avesol em Porto Alegre, e este ano pela segunda vez teremos a participação deles no encontro regional de catadores”, finaliza Tanara.

 

A ampliação da coleta seletiva resultará em acréscimo de equipe que passará a ter quatro coletores, dois motoristas, e três condutores de triciclos para atuação direta na coleta. Um dos catadores e coletores que está desde o início do projeto é Tiago Dias do Nascimento. Já conhecido dos moradores dos bairros por onde a coleta passa, ele se emociona ao falar do Profissão Catador. "Quando eu vejo crianças pequenas e senhoras de idade me chamando pelo nome para entregar os materiais recicláveis, fico emocionado. Trabalhar na coleta seletiva e ver que a comunidade está contribuindo me dá orgulho de ser catador e coletor", confessa ele ao lado do colega Cláudio Marcelino Quevedo, para quem o trabalho é muito bom e muito importante. "Hoje tenho orgulho do que sou e de fazer parte do projeto", completa.

 

Texto: Cristiano Lopes - Agência Experimental de Comunicação Eureka

Foto: arquivo do VI Fórum de Sustentabilidade

Please reload

Postagens em Destaque

Namastê! Palestra sobre conscientização e leitura da Carta de Intenções encerram Fórum

June 10, 2019

1/10
Please reload

Postagens Recentes
Please reload